Skip links

A importância de amar-se

Na atualidade somos confrontados a todo instante com a ânsia de sermos amados, queridos,admirados, curtidos e lembrados, seja no âmbito virtual ou não.
Com tudo isso, muitas vezes, acabamos esquecendo de viver nossa vida e estar em real sintonia com nossos desejos pessoais, e acabamos vivendo a fantasia de idealização daquilo que os outros esperam de nós. Ou seja, quando você ignora seus sentimentos e necessidades, está abandonando a si próprio. A pergunta que fica é: Como amar a si mesmo? Bom, só é possível amar quando se descobre quem é. O autoconhecimento é, sem dúvida, a forma mais bonita de desenvolver amor próprio.
Amor próprio, basicamente, é a capacidade que uma pessoa tem de sentir amor por si mesma. Ele independe de aparência(beleza física), está relacionado ao modo como nos sentimos internamente em relação a nós mesmos e com a maneira como nos posicionamos perante as demais pessoas.Quando amamos alguém, temos a tendência de cuidar dessa pessoa, protegê-la, fazer coisas para agradá-la e assim por diante. Ao falar de amor próprio a proposta é a mesma, sendo que nesse caso as atitudes de valorização são voltadas para própria pessoa.
Vale lembrar que a prática do amor próprio requer uma dedicação diária. Ele vem do autoconhecimento e amadurecimento, que permitem identificar nossas fraquezas e forças e a melhor maneira de lidar com elas.
Portanto, cuidar de nossa saúde emocional é tão importante quanto os cuidados com nosso corpo.Para uma vida saudável é necessário um equilíbrio entre corpo mente e espírito, desse modo ficará mais fácil superar as dificuldades da vida.

Dica: Não espere uma situação limite para iniciar seu tratamento psicológico. O momento de se conhecer e viver pleno é agora! Se escute, se respeite, se cuide!!

Adriana Mª S. Costa
Psicóloga Clínica – CRP05/34435 & 04/IS00805

Agende seu horário: (24) 24524478 (Clínica Multidisciplinar Vida Plena – Valença/RJ)

Deixe um Comentário

Name*

Website

Comentar...